Cashback: como implementar no seu negócio e lucrar mais?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Cashback: como implementar no seu negócio e lucrar mais?

O que é cashback?

Cashback é um termo utilizado para detalhar um programa de recompensa oferecido pelas empresas, em que os clientes recebem de volta uma porcentagem referente ao valor gasto em suas compras. Essa porcentagem pode variar conforme a empresa e a transação.

Geralmente, esse programa é oferecido através dos cartões de crédito, débito ou programas de fidelidade. Um exemplo disso, é se um cartão de crédito oferecer 1%  de volta, em todas as compras realizadas com o cartão. O que isso significa? Significa que se você gastar R$ 100,00 em uma compra, receberá R$ 1,00 de volta como cashback.

Esse modelo é uma maneira atrativa de recompensar os clientes por suas compras e fomentar a fidelidade à marca. Muitas vezes, ele é visto pelos consumidores como uma forma de economizar dinheiro ou ganhar benefícios adicionais por suas compras.

Além disso, determinadas empresas também o oferecem nas compras online, após efetivarem uma compra através de sites ou plataformas específicas, e tem uma porcentagem de retorno em sua conta, do valor gasto nas compras.

 

Como funciona o Cashback?

Como já foi dito, essa recompensa pode variar conforme a empresa ou algum programa específico que oferte o benefício, mas em linhas gerais, o processo se inicia com a escolha do programa ou empresa.
O consumidor escolhe o programa de qual deseja participar, pode ser oferecido por uma empresa, banco, loja, site de compras online ou até mesmo um app.
O próximo passo é realizar a compra, com uma forma de pagamento específica, como cartão de crédito, débito ou programa de fidelidade vinculado ao programa de recompensa.
Após a compra, determinada porcentagem do valor gasto é acumulada como crédito de cashback. O valor da porcentagem pode variar dependendo da empresa e da transação. A empresa pode oferecer 1% de cashback em todas as compras realizadas com cartão de crédito, por exemplo.
Esses valores de recompensa podem ser creditados na conta do consumidor, como crédito no cartão de crédito, saldo em carteira digital, transferência bancária, PIX, ou outro meio especificado pelo programa de cashback.
As recompensas podem ser utilizadas em futuras compras, resgate de prêmios ou até mesmo descontos em produtos e serviços. Outra opção é solicitar o saque do valor em dinheiro, mas como sempre, isso depende das regras do programa.

Os programas de recompensa podem oferecer oportunidades adicionais de ganhar cashback, como fazer compras em lojas parceiras, participar de promoções especiais ou a indicação de amigos.

É importante averiguar todos os termos e condições específicos e entender seu funcionamento, incluindo informações sobre taxas, limites de ganhos, período de validade dos créditos e outras restrições aplicáveis.

Como o cliente recebe o valor de volta?

São várias as formas de ter o retorno da porcentagem de valor pago, como sempre, isso vai depender do regulamento do programa. Porém, as mais comuns são as seguintes.

  • Crédito no cartão de crédito
  • Saldo em carteira digital
  • Transferência bancária
  • Cheque ou vale-presente
  • Descontos em compras futuras
  • Resgate por prêmios ou benefícios

Para o empreendedor, é importante verificar as opções disponibilizadas no programa de cashback e compreender como o cliente receberá o retorno do valor, além das condições para o resgate. Essas informações normalmente estão disponíveis nos termos e condições do programa ou no site da empresa.

Cashback e desconto são a mesma coisa?

Não! Apesar de serem conceitos relacionados, eles não se tratam da mesma coisa, e para além, eles possuem diferenças distintas e importantes.
O cashback, ou dinheiro de volta, é uma forma de recompensa, onde o cliente tem um retorno de uma porcentagem do valor que gastou em suas compras. Essa porcentagem, é creditada de volta ao cliente, após ser feita a transação, e geralmente se refere a taxa fixa ou um percentual do valor da compra. Esse “benefício” pode ser acumulado e utilizado em próximas compras, e outras formas de recebimento, de acordo com os termos do programa.

Já o desconto é uma redução no preço de um produto ou serviço oferecido ao cliente durante a compra. Essa redução pode ser feita em uma determinada quantia em moeda, como, por exemplo, desconto de R$ 20,00, ou em porcentagem do preço original. A aplicação do desconto pode ser feita diretamente no valor, e resulta um preço final mais barato para o cliente.

Sendo assim, enquanto o modelo de retorno de valor, é a devolução de uma parte do valor gasto em uma compra, os descontos são uma diminuição direta no preço pago pelo cliente no momento da transação. Ambos são maneiras para incentivar as vendas e a fidelidade do cliente, porém, operam de formas diferentes e dão vantagens diferentes para os consumidores.

Quais as vantagens de se implementar o programa?

São várias as vantagens para a empresa ao estabelecer esse programa, dentre elas estão:

  1. Fidelização de clientes;
  2. Diferenciação competitiva;
  3. Melhoria da retenção de clientes;
  4. Coleta de Dados.

Já para os clientes, podemos citar:

  1. Economia de dinheiro;
  2. Incentivo à compra;
  3. Flexibilidade de uso;
  4. Percepção de valor;
  5. Experimentação de novos produtos.

Então, implementar o programa de retorno de valor, pode se tornar uma eficiente estratégia de impulsionamento de vendas, promoção da fidelidade do cliente, e sua experiência de maneira geral, enquanto isso, oferece a ele vantagens significativas ao ser utilizado.

 

Quais as principais ferramentas do programa?

Existem inúmeras ferramentas de cashback disponíveis para consumidores e empresas, e vamos explorar um pouco mais algumas delas.

Primeiramente, os cartões de crédito. Muitos cartões possuem programas de cashback como benefício. Os clientes acumulam cashback nas compras realizadas com o cartão, e tem a possibilidade de resgate em suas faturas, descontos em lojas parceiras ou mesmo transferências para suas contas bancárias.

Alguns aplicativos móveis também oferecem o programa, nas compras realizadas em lojas físicas ou online. Geralmente, esses aplicativos funcionam por meio de parcerias com varejistas e devolvem uma porcentagem do valor gasto. Exemplos desses aplicativos incluem, Beblue, Méliuz e Ame Digital.

Outra ferramenta utilizada são os programas de fidelidade de empresas. Algumas empresas têm programas de fidelidade que incluem o cashback como recompensa por compras feitas com elas. Os clientes podem acumular pontos ou créditos que podem ser devolvidos como cashback em compras futuras ou outros benefícios.

As plataformas de compras online também possuem programa de cashback integrados, basta que o cliente realize compras nessas plataformas, e o retorno pode ser acumulado e resgatado posteriormente.

Por último, temos as carteiras digitais, onde os clientes recebem uma porcentagem do valor gasto em suas transações, e o valor recebido pode ser utilizado tanto em compras futuras, como em transferências para contas bancárias ou outras maneiras de resgate.

Essas são algumas das ferramentas disponíveis para os programas de cashback, e sua popularidade e disponibilidade vão depender do país e do mercado específico. Os consumidores que tem interesse em cashback devem fazer uma pesquisa e comparar as diversas opções  para encontrar a que melhor se adapta às suas necessidades.

Ficou com dúvidas ou precisa de assessoria contábil? Fale com um de nossos especialistas!

Facilite Contabilidades Online
Facilite Tecnologia

Quer abrir uma empresa ou Trocar de contador? Deixe seu contato, te mostraremos o melhor em tecnologia contábil.

    Quer abrir uma empresa ou Trocar de contador? Deixe seu contato, te mostraremos o melhor em tecnologia contábil.