[REVELADO] Como abrir uma empresa com pouco dinheiro?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Há quem diga que o brasileiro é um empreendedor por natureza, que corre nas veias do nosso povo a criatividade e inteligência necessárias para abrir o próprio negócio e colocar em prática o sonho de ter um empreendimento para chamar de seu.

De acordo com um estudo chamado Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizado no ano de 2017 em parceria com o Sebrae, dentre 100 brasileiros adultos, estima-se que 36 sejam empreendedores. O estudo também relata que 84% dos entrevistados são favoráveis ao empreendedorismo e 59% têm o desejo real de abrir um negócio.

O fato é que nem só de ideias se faz a abertura de uma empresa. É preciso ter um modelo de negócios, analisar o mercado e, claro, ter capital disponível para iniciar o empreendimento. 

É exatamente este último item que faz com que muita gente desista do sonho de iniciar um empreendimento.

Mas, por mais que pareça algo desafiador, é possível abrir um negócio com poucos recursos. Esse é o tema que pretendemos revelar para você no post de hoje. Acompanhe os tópicos abaixo e veja como abrir uma empresa com pouco dinheiro!

Como faço para abrir uma empresa com pouco dinheiro?

Antes de mais nada, é preciso saber que o caminho do empreendedor exige trabalho. Para falar a verdade, nem mesmo quando há sobra de capital a trajetória do empreendedorismo deixa de lançar grandes desafios.

De acordo com dados do Sebrae, apenas 23,4% dos negócios sobrevivem após dois anos, o que expõe quais são as principais dificuldades dos empreendedores brasileiros: realizar planejamento estratégico e manter o capital de giro. 

Para evitar que sua empresa entre para essa estatística, é preciso se atentar aos seguintes pontos:

Conhecimento administrativo e operacional

O primeiro fator para abrir uma empresa com pouco dinheiro é ter conhecimento pleno sobre o setor de atividades que você pretende atuar. Conhecer os valores de equipamentos, o custo de matérias primas e qual é o seu potencial de produção é o primeiro passo para não errar no planejamento.

Controle financeiro

Se sua empresa vai começar com capital baixo, o gestor precisa estar preparado para fazer um bom uso da verba disponível, por isso, é preciso ter controle de gastos, saber lidar com as finanças e evitar alguns erros básicos, como misturar o dinheiro da empresa com o da pessoa física.

Quem não tem verba sobrando precisa manejar muito bem o que tem em mãos, por isso, educação financeira e um pouco de noção de controle de gastos são muito bem-vindos nessa etapa inicial. 

Noção de mercado

É preciso conhecer bem o nicho que você pretende atuar e compreender qual é o volume de procura das pessoas por esse tipo de empreendimento. Esse exercício serve para evitar que o empreendedor caia em “negócios da moda” ou em escolhas erradas.

Sua empresa não quer vender areia no deserto, correto? Por isso, é fundamental compreender bem o mercado consumidor e a abrangência do negócio.

Quais são os caminhos para abrir uma empresa com pouco dinheiro?

Existem dois caminhos menos custosos para abrir uma empresa, são eles:

Microempreendedor Individual (MEI)

O regime tributário adotado para MEI é um facilitador para quem está iniciando um negócio. O custo de abertura da empresa é zero e a manutenção da empresa exige o pagamento de um único imposto que atinge, no máximo, R$ 58,25.

Esse caminho é muito utilizado por empreendedores digitais, artesãos, fotógrafos, gastrônomos e pessoas que querem abrir pequenos negócios. Contudo, é importante ressaltar que nem todas as atividades se enquadram no MEI.

Além das restrições para certas atividades, existem algumas regras:

  1. faturar, no máximo, 81 mil reais ao ano
  2. não ser sócio, administrador ou titular em outra empresa
  3. ter, no máximo, um empregado registrado

As atividades enquadradas no MEI podem ser consultadas na Resolução CGSN nº40, de 2018. 

Negócio no formato home-office

Trabalhar em casa está se tornando uma tendência muito bem aceita pelo mercado, tanto pelas empresas quanto para empreendedores. 

A maioria das atividades de home-office se encaixam no regime tributário do MEI, contudo, aqui a vantagem é que não há necessidade de gastar dinheiro com um local para a empresa, já que a “sede” vai ser sua casa. 

Ao adotar o home-office, os custos fixos se reduzem drasticamente, porém, dependendo da sua atividade, será necessário encontrar um espaço adequado em sua casa para dar conta do serviço. Junto com os custos fixos, caem também os gastos com transporte, alimentação e infraestrutura de comunicação (telefone e internet).

E sempre vale ressaltar que uma das modalidades que atraem muito as pessoas que optam pelo home-office é a possibilidade de criar lojas virtuais. O e-commerce está se tornando cada vez mais utilizado no Brasil. 

Conforme as pessoas estão perdendo o medo de fazer suas compras pela internet, o faturamento do comércio eletrônico tem crescido, e nada impede que sua empresa seja um e-commerce administrado dentro de casa mesmo.

Abra uma Contabilidade Online

Se você é contador, um caminho para se ter o próprio negócio com pouco dinheiro é ter uma empresa de Contabilidade Online, através da qual você pode oferecer seus serviços contábeis de forma inteiramente online, comunicando-se com seus clientes e realizando suas tarefas com a ajuda de plataformas e ferramentas digitais. É um jeito muito inteligente de se ter um negócio contábio, que tem atraído muitos escritórios tradicionais que hoje estão migrando seus serviços para o meio online.

Agora, você deve estar se perguntando: e se eu não tiver uma plataforma pela qual eu possa disponibilizar meus produtos e serviços? E se eu não tiver clientes o suficiente?

Pois isso não é desculpa!

Nós da Facilite desenvolvemos uma plataforma de Contabilidade Online completa para você, baseada no modelo white label, com a marca do seu escritório, totalmente com a sua cara. E de quebra ainda encaminhamos clientes da nossa carteira para você. Assim fica muito fácil abrir uma empresa de Contabilidade Online!

Quer saber mais sobre como a Facilite pode ajudar você a montar sua empresa de Contabilidade Online?

BASTA CLICAR AQUI!

Controle fiscal e tributário: saiba que isso é fundamental para o seu negócio

Dentre todas as preocupações que um empreendedor tem, a escolha do melhor regime tributário é uma das mais essenciais para a saúde financeira do empreendimento. 

Todos os trâmites fiscais e tributários precisam estar em conformidade com a lei para evitar problemas que abalam com força a estrutura da empresa e a motivação do empreendedor.

Por essa razão, é muito importante conta com ajuda de profissionais da área contábil para acertar em cheio na escolha do melhor regime tributário e na execução de todos os processos burocráticos que envolvem a abertura de empresas.

Como nem sempre sua ideia de negócio se enquadra no regime do MEI ou pode ser executado em casa, é fundamental que todo o processo de abertura da empresa e enquadramento fiscal seja feito de modo a otimizar seu capital e manter a empresa em conformidade com as questões tributárias.

Se você precisa de contabilidade descomplicada e de baixo custo, a Facilite tem a solução ideal para viabilizar o seu negócio e colaborar com a criação da sua empresa.

Acesse o nosso site e conheça os planos empresariais focados para microempreendedores e pequenos empresários!

Quer abrir uma empresa ou Trocar de contador? Deixe seu contato, te mostraremos o melhor em tecnologia contábil.

    rotinas básicas

    Rotinas básicas da contabilidade

    Com as grandes demandas dos escritórios de contabilidade, e uma quantidade enorme de processos e obrigações que devem ser entregues, é importante ter uma maior