Como declarar Imposto de Renda de Pessoa Física?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Como declarar Imposto de Renda de Pessoa Física?

Você já sabe como declarar Imposto de Renda de Pessoa Física? Certamente essa é uma questão que ainda desperta muitas dúvidas.  Apesar de ser uma prática obrigatória a todo brasileiro que possui renda, as dúvidas sobre como e quando declarar continua existindo. Inclusive porque todos os anos novos contribuintes entram para o mercado.

Por isso, se você é uma das pessoas que precisam de esclarecimentos, leia nosso artigo e receba as informações necessárias.

O que é Imposto de Renda?

O Imposto de Renda  existe, no Brasil, desde 1922. Refere-se a um tributo cobrado a todo cidadão brasileiro que possui renda e bens. Ele é cobrado anualmente e tem como base para cálculo, tudo que o contribuinte recebeu como renda, ou seja, salários, alugueis, enfim, todo o dinheiro que recebeu.

A Receita Federal é o órgão responsável pela cobrança de todos os impostos, bem como pela fiscalização dos pagamentos, inclusive o Imposto de Renda.

Quem precisa declarar Imposto de Renda?

Em primeiro lugar, todas as pessoas físicas, que são residentes ou domiciliadas no Brasil e possuem rendimentos ou proventos tributáveis, são obrigadas a declarar rendimentos e recolher impostos.

Em segundo lugar, veja se você se enquadra em algum desses itens:

  • Quem recebeu rendimentos acima de R$28.559,70;
  • Obteve Rendimentos isentos acima de R$40 mil;
  • Se teve ganho de capital na venda de bens ou direitos sujeitos à incidência do imposto;
  • Caso tenha realizado operações na bolsa de valores, mercadorias e de futuros;
  • Quem teve a posse ou propriedade de bens ou direitos em valor superior a R$300 mil;

Além disso, enquadram-se todos os:

  • Estrangeiros que passaram a ser residentes no Brasil;
  • Produtores rurais;
  • Quem teve receita total acima de R$142.798,50 ao ano ou que pretenda compensar prejuízos de anos anteriores;

 Como declarar Imposto de Renda de Pessoa Física

Atualmente a declaração do Imposto de Renda pode ser feita totalmente online. Para isso, basta usar o programa  fornecido pela Receita Federal, bem como seu aplicativo para celulares.

Contudo, vale lembrar para ter bastante atenção ao preencher os dados, a fim de evitar erros e, posteriormente, cair na malha fina. Além disso, saiba que todos os comprovantes e recibos apresentados serão validados pelo sistema.

Para facilitar montamos um passo a passo. Mas, caso precise de uma assessoria personalizada procure a Facilite a fim de  receber orientação  profissional especializada.

1º..  Reúna toda documentação necessária:

  • Documentos pessoais: carteira de identidade (RG), CPF, título de eleitor;
  • Informes de rendimentos: de salário (caso tenha), conta bancária e investimentos;
  • Comprovante de envio da declaração de Imposto de Renda do ano anterior ;
  • Recibos de consultas de saúde: médicos, psicólogos, dentistas, hospitais, etc.;
  • Comprovante de despesas com educação: escolas e faculdades;
  • Extrato de investimentos;
  • Documentos de bens imóveis.

2º.  Baixe o programa ou aplicativo da Receita Federal:

 A Receita Federal oferece um programa para Declaração do Imposto de Renda, que pode ser baixado do seu site, com a finalidade de  facilitar o processo. Da mesma forma tem também um aplicativo para celular, tanto para o sistema Androide como o sistema IOS.

Portanto, faça o download e faça a sua declaração, toda online.

3º. Escolha o tipo de declaração que fará:

 Existem dois tipos de declaração de imposto de renda, ou seja, ela pode ser simplificada ou completa. Entretanto, cada uma delas é indicada para determinado perfil de contribuinte.

A declaração simplificada é o modelo que a maioria das pessoas escolhe. Nesse caso, o desconto é padronizado em 20%  sobre o valor lançado para calculo do imposto devido, até o limite de R$ 16.754,34.

Ou seja, quando a declaração é no modelo simplificado, o sistema da Receita Federal usa os valores informados no formulário para calcular o desconto e devolver em forma de devolução do Imposto de Renda.

declaração completa é mais usada ou indicada para quem tem dependentes. Isso ocorre porque, certamente, terá despesas com saúde, educação e funcionários domésticos, ou seja, despesas passíveis de serem deduzidas do imposto de renda.

4º.  Inclua os bens, direitos, dívidas e ônus:

Nesse passo você vai considerar os  imóveis, veículos, saldos de poupança, bens com valor maior que R$ 5 mil e além disso , as   dívidas. Lance-os corretamente nos campos adequados, de acordo com os valores de cada um deles.

5º. Finalize a declaração:

Clique em “pendências” para verificar se faltou preencher alguma informação. Então,   escolha entre a declaração simplificada ou completa. Consequentemente o sistema irá lhe informar os valores e assim você poderá  escolher  de forma correta.

Em seguida, clique em “entregar a declaração” e emita o DARF  para efetuar o pagamento do imposto ou apenas finalizar sem pagamento, caso haja restituição a receber.

Tabela de alíquotas para Imposto de Renda de Pessoa Física

Antes de mais nada  é preciso avisar que essa tabela está sendo aplicada desde 2015, ocasião em que recebeu o último reajuste. Ainda não sabemos se será atualizada em 2021, dessa forma ainda podemos usa-la como referência.

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36

 

Prazo para entrega da Declaração

 A princípio, o prazo para entrega da declaração de imposto de renda de pessoa física é o último dia útil do mês de abril, do ano seguinte. Por exemplo, a declaração de 2021 será entregue em abril de 2022.

Ocasionalmente pode acontecer alguma alteração, por decisão do Governo Federal, assim como aconteceu em 2021 referente à declaração de 2020.

Caso haja atraso na entrega,   será gerada uma cobrança de multa. Portanto, cuide para  não perder os prazos.

 

Quer abrir uma empresa ou Trocar de contador? Deixe seu contato, te mostraremos o melhor em tecnologia contábil.

    rotinas básicas

    Rotinas básicas da contabilidade

    Com as grandes demandas dos escritórios de contabilidade, e uma quantidade enorme de processos e obrigações que devem ser entregues, é importante ter uma maior