Como emitir uma NF-e?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Emitir uma nota fiscal é uma das principais obrigações dos empreendedores brasileiros. Para facilitar a fiscalização e também o procedimento para as empresas, foi criada a nota fiscal eletrônica (NF-e) — modelo que substitui a tradicional nota de papel.
É por meio do documento, que registra todas as transações comerciais do negócio (seja de produto, seja de serviço), que acontecem as possíveis tributações, bem como a contabilidade e gestão financeira da empresa.
Apesar de já estar sendo implantada gradativamente desde 2006, muitos ainda tem dúvidas sobre a emissão de Nota Fiscal Eletrônica.
É o seu caso? Fique tranquilo(a)! Leia o artigo para entender exatamente o que é preciso fazer para emitir uma NF-e.

Quais são os tipos de NF-e que existem?

Atualmente, no Brasil, existem quatro tipos de NF-e. A escolha precisa ser feita com base na atividade comercial que está sendo executada. Confira:

 

NF-e

A Nota Fiscal Eletrônica deve ser utilizada nas transações de venda e prestação de serviço em que existe a cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

 

NFS-e

A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica é um documento exigido pelo município e que está relacionado à cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviço).

 

NFC-e

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica, como o nome indica, deve ser entregue aos clientes nas vendas diretas do varejo.

 

NFA-e

Por último, temos a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica — documento geralmente utilizado por microempreendedores individuais e outros pequenos negócios. Ela não é uma opção indicada para quem faz muitas operações por dia, são ideais para serem aproveitadas em eventualidades, já que precisam ser emitidas uma a uma.

Quais são as vantagens da NF-e?

A Nota Fiscal Eletrônica possibilita vários benefícios para todos os envolvidos. Veja, a seguir, quais são as principais vantagens:

Redução de custos operacionais, com papel e impressão para as empresas;
● Dispensa da necessidade de digitar a nota fiscal na recepção de produtos ou serviços;
● Eliminação de erros de digitação;
● Diminuição do impacto ambiental;
● Simplificação da fiscalização das notas fiscais;
● Facilitação da escrituração fiscal e contábil.

Como emitir NF-e pela minha empresa?

Apesar de prático e totalmente online, o contador é extremamente necessário durante o processo de tornar uma organização uma emissora de Nota Fiscal Eletrônica. Detalharemos a seguir o passo a passo de como emitir NF-e.
Entenda qual é tipo de nota a empresa emite

Como já vimos, o tipo de nota está diretamente relacionado ao que precisa ser formalizado, ou seja, qual é a transação comercial que está sendo feita. Diante disso, as notas podem ser de:

Serviço: em casos que a operação envolve prestação de serviços;

Produto: notas de compra, venda, devolução, exportação, importação, ou outras ações , de bens e mercadorias;

Consumidor: modelo que substitui o cupom fiscal e é entregue aos clientes após compras no varejo.

 

Verifique o enquadramento tributário da empresa

Saber qual é o cadastro fiscal da organização junto ao governo é muito importante para emitir a Nota Fiscal Eletrônica corretamente. Portanto, é preciso entrar em contato com a contabilidade para saber qual é o enquadramento tributário da empresa, e qual é o tipo de nota que será emitido.

 

Tenha um certificado digital

Se a sua empresa ainda não tem um certificado digital, será necessário adquirir um para continuar o procedimento.

A assinatura digital é o que garante que a nota realmente foi emitida pela organização, é o que garante a autenticidade do documento.

Faça o credenciamento, para emitir notas de produto ou do consumidor é preciso fazer um cadastro na Secretaria de Estado da Fazenda do local onde a empresa está. Da mesma forma, para a nota de serviço é preciso procurar a Prefeitura do município. O procedimento costuma ser simples, mas pode variar de acordo com o local do país, e, mais uma vez, é importante solicitar a orientação do contador.

 

Escolha um emissor gratuito

É necessário ter um software de emissão de Notas Fiscais Eletrônicas. Se sua empresa está enquadrada no Simples Nacional nas cidades de São Paulo, Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, saiba que a Facilite oferece um emissor de notas fiscais gratuito para você. Vale destacar que essa oportunidade é por tempo limitado. Então, se você precisa de um sistema eficiente e gratuito, não perca tempo e faça o seu cadastro.

Fazer a emissão de Nota Fiscal ficou mais prático e rápido com o surgimento das Notas Fiscais Eletrônicas. Para começar a garantir todos os benefícios da NF-e na sua empresa, é importante contar com o auxílio de contadores de qualidade, como os da Facilite. Só profissionais especializados podem ajudá-lo a configurar o emissor de notas e tirar todas as suas dúvidas sobre o processo.

A Facilite é uma Contabilidade Touchtech — reúne a facilidade e economia do online com atendimentos presenciais personalizados. Clique aqui para saber melhor como isso funciona. Até a próxima!

Quer abrir uma empresa ou Trocar de contador? Deixe seu contato, te mostraremos o melhor em tecnologia contábil.

    Quer abrir uma empresa ou Trocar de contador? Deixe seu contato, te mostraremos o melhor em tecnologia contábil.