Ativo contábil, o que é e qual sua importância no Balanço Patrimonial

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Algumas ferramentas são de extrema importância para acompanhar o desempenho do seu negócio, como o Balanço Patrimonial e a demonstração de  resultado da empresa. Alguns conceitos são necessários para realizar o balanço, e o de ativo contábil, que vamos aprofundar um pouco mais nesse artigo é um deles.

 

O que é Balanço Patrimonial?

Antes de iniciarmos o assunto sobre os ativos contábeis, veremos uma breve explicação sobre o que é Balanço Patrimonial.

Balanço Patrimonial é um relatório contábil, extraído por um determinado período de tempo, que detalha e comprova a real situação financeira e patrimonial de uma empresa.

E, é portanto, uma parte fundamental da análise financeira.

Inscreva-se no canal para mais conteúdos sobre Contabilidade e Empreendedorismo!

 

O que é ativo na contabilidade?

Ativos são todos os bens e direitos da empresa, e que podem ser convertidos em dinheiro. 

É considerada a parte positiva do balanço patrimonial, e constata onde os recursos da empresa foram aplicados, e se obtiveram resultados positivos.

Para ser considerado ativo, os bens da empresa devem ter nota fiscal em nome do empreendimento, comprovar que é sua propriedade e possui valor numerário.

Quais contas são do ativo?

Pertencem ao ativo o dinheiro nas contas da empresa, o estoque que pode ser vendido, e até mesmo os automóveis. Tudo que pertencer a empresa, e puder gerar algum valor é considerado ativo.

 

Qual é a diferença entre ativo e passivo?

Ativos são todos os bens e direitos da empresa, ou seja, tudo que ela possui que pode se tornar rendimento de alguma maneira.

Os ativos podem ser máquinas, equipamentos, e também recursos que não são físicos. Como aplicações financeiras, investimentos, entre outros.

Passivos são todas as dívidas e obrigações da empresa. As dívidas se referem a empréstimos, pagamento de fornecedores, e as obrigações são os pagamentos a funcionários, impostos e tudo que não é seu bem, mas está em seu poder.

 

Qual a importância do ativo no Balanço Patrimonial?

O acompanhamento, organização e verificação do saldo de ativos da empresa é significativo para examinar a utilização dos recursos da empresa.

Com ele é possível analisar se o dinheiro está sendo aplicado onde realmente precisa, e se a empresa tem o suficiente para cumprir com suas obrigações.

 

O que é ativo circulante e não circulante?

Dentro dos ativos de uma empresa, podemos dividi-los em dois tipos. Os circulantes e não circulantes.

Essa divisão é feita com base no prazo que eles podem ser convertidos em dinheiro para a empresa.

Ativo circulante são os bens e direitos que podem ser registrados como dinheiro em espécie, por exemplo o caixa da empresa, banco, aplicações financeiras, clientes a receber, estoques, entre outros; Ou também o que pode ser convertido em dinheiro em pouco espaço de tempo, no máximo até o final do tempo de exercício.

Já os ativos não circulantes são os que despendem de um maior tempo para se tornarem dinheiro para o negócio, como a venda de móveis, equipamentos, veículos, softwares, computadores, investimentos, entre outros.

 

Depreciação e amortização

Alguns fatores devem ser levados em consideração quando se trata de analisar o balanço da empresa, mas podem não afetar de forma direta o seu financeiro.

Quando a vida útil de alguns ativos chegam ao fim, pelo desgaste do tempo de uso, isso pode causar uma desvalorização no valor dos bens da empresa. 

E essa redução no valor, deve ser levado em conta no balanço final de investimentos realizados pela empresa.

Quando a desvalorização é de bens materiais chamamos de depreciação, e no caso de bens imateriais é a amortização.

Esses dois fatores, funcionam como uma forma de se antecipar à necessidade de adquirir novos equipamentos para a empresa, pois dão uma ideia de quanto tempo de vida útil aquele equipamento terá.

 

Importância de analisar os ativos

A análise dos ativos da empresa possibilita a avaliação dos recursos disponíveis para sanar os compromissos e planejar reinvestimentos.

Para essa análise, é necessário calcular alguns indicadores, sendo eles:

Giro do ativo: evidencia se a utilização dos ativos foi eficiente, e se o resultado for baixo, demonstra que os ativos não geraram a receita esperada.

Liquidez: esse indicador informa se a empresa possui dinheiro suficiente para arcar com as obrigações do passivo. Dessa forma, todos os envolvidos no negócio podem avaliar a saúde financeira do empreendimento, num tempo determinado.

A liquidez pode ser dividida em imediata, que é quando existe a capacidade de pagamento dos encargos de forma mais rápida.

Já a liquidez seca e a corrente é a possibilidade de pagamento em um prazo curto, mas não imediato. E utilizam recursos do ativo circulante.

Com relação a liquidez geral, é a capacidade da empresa efetuar os pagamentos de todas as suas dívidas considerando todos os bens e direitos.

Ter uma equipe contábil competente, é muito importante no momento de realizar o Balanço Patrimonial e analisar a situação financeira do seu negócio.

Precisando de assessoria contábil? Fale com um de nossos especialistas!

Quer abrir uma empresa ou Trocar de contador? Deixe seu contato, te mostraremos o melhor em tecnologia contábil.

    tipos de notas fiscais

    Tipos de notas fiscais do Brasil

    Toda empresa,que preste serviços ou realize venda de mercadorias, deve emitir nota fiscal desses serviços ou produtos vendidos. E para emitir essa comprovação, existem vários