Como montar o Canvas na sua empresa?

 

Saber como montar o Canvas para sua empresa é algo útil e simples. E para ajudar no processo vamos dar excelentes dicas, nesse artigo.

Vamos começar explicando o que é o Canvas. Você sabe? Vamos lá.

O Business Model Canvas é uma ferramenta  de gestão estratégica, fundamental para desenvolver ou simplesmente aplicar o plano de negócios da sua empresa.

Como funciona o Canvas

Trata-se de uma  solução muito simples, contudo, eficiente e prática.  Esse método possibilita que o empresário ou o gestor tenha uma visão panorâmica e também detalhada de todo o negócio.  É um modelo inovador de um plano de negócios. Podemos dizer que ele é uma ferramenta visual, que ilustra todas as estruturas organizacionais.

Basicamente  um negócio, de forma geral, pode ser subdividido em quatro áreas de maior relevância , que são : Produto, Infraestrutura, Cliente e Financeiro. Essas áreas, em um plano de negócios, precisam ser bem planejadas e acompanhadas. O Canvas é útil para que o plano possa ser visualizado, seguido e, caso necessário, adaptado.

O Model Canvas é estruturado em nove quadrantes a serem preenchidos:

  • Atividade-chave – oferta de serviço ou produto
  • Proposta de valor – qual o diferencial
  • Segmento de clientes – público alvo
  • Os canais – espaço onde a atividade vai atuar
  • Relacionamento com Clientes
  • Recursos principais
  • Parcerias principais
  • Fontes de receita
  • Estrutura de custos – despesas da empresa.

É bem interessante gerar um resumo do Canvas, de forma que  ele ofereça um apelo visual e ocupe uma página apenas, como por exemplo, uma folha de tamanho A3, de forma que todos os colaboradores possam ter contato.

Como montar o Canvas na sua empresa?

Agora que ficou claro o que é e como funciona o método Canvas, vamos falar sobre como monta-lo na sua empresa.  Sugerimos alguns passos:

Existem várias formas para materializar o Canvas, desde uma ferramenta tecnológica até uma simples impressão em papel.  O ideal é buscar um software de gestão ou uma plataforma online, assim tudo fica mais prático e funcional. Na impossibilidade, pode-se usar um quadro branco, ou um mural de papel. Nesse caso, uma boa opção é o uso de post-its, que inclusive podem ser coloridos para separar temas.

Reúna a equipe, exponha o propósito do método e faça-os compreender a importância dele para que todos os processos fluam de forma inteligente  e com isso,  a empresa consiga melhores resultados.

Para que compreendam bem o Canvas é importante conseguir visualizar os nove quadrantes.

  1. Atividades-Chave

Definir quais são as atividades principais da empresa, quais serviços e produtos serão oferecidos, como será estruturada a equipe de trabalho e quais as demandas de cada um. Toda essa parte do planejamento deve vir neste tópico.

  1. Propostas de valor

Nesse quadrante são   colocados os projetos, qual seu potencial para gerar inovações aos clientes e que agreguem valor no mercado, tornando a empresa mais competitiva.

  1. Segmentos de clientes

Nessa área se registra tudo que é necessário para conhecer o seu cliente e a partir disso, o que é necessário para construir relacionamentos sólidos.

  1. Canais

Essa área merece atenção. Impacta diretamente no  atendimento ao cliente. Destine essa etapa para pensar como os clientes entrarão em contato com a sua empresa para tirar dúvidas ou resolver problemas com eficácia: Sites, e-mail, chats, FAQ, telefone, etc.

  1. Relacionamento com clientes

No item 3 você conhece seu cliente. Aqui nesse item é para definir como será o relacionamento de fato. Nessa etapa vale listar todas as estratégias para lidar com eles, já que mesmo que você ofereça um serviço ou produto excelente, por um preço abaixo do mercado, dificilmente, vai fidelizá-los com um atendimento e relacionamento ruim.

  1. Recursos principais

Aqui o foco é a gestão financeira e recursos humanos. Para fazer com que uma empresa funcione é preciso identificar quais serão os recursos e investimentos necessários. Avalie também os recursos humanos que formarão a equipe, o time que manterá a empresa no mercado, com sucesso.

  1. Parcerias principais

Fornecedores, sócios e investidores são algumas das principais parcerias necessárias para a sua empresa. Listá-los e analisar estratégias para melhorar esse relacionamento também deve fazer parte do seu planejamento Canvas.

  1. Fontes de receita

Depois de avaliar os custos você também vai precisar de meios para fazer o seu negócio escalar, ou seja, ter um equilíbrio entre os gastos e o lucro. Quais serão as suas principais fontes de receita? Venda direta, publicidade ou prestação de serviços? As possibilidades são variadas e não podem ficar de fora do seu Canvas.

  1. Estrutura de custos

Nesse tópico é preciso avaliar quais são os custos fixos e variáveis para estruturar o seu negócio e criar um diferencial competitivo no mercado. E, uma vez o negócio estruturado e em funcionamento, esse quadrante continua solicitando atenção e acompanhamento, pois, todos os custos precisam ser reavaliados constantemente, comparando resultados e observando os lucros.

Caso  ainda tenha  ficado com dúvidas de como montar seu Canvas, o Sebrae desenvolveu 2 cursos gratuitos para te ajudar nessa jornada.

Modelando seu negócio – Curso EAD

Como fazer um Canvas – Curso EAD

 

Deixe seu comentário, sua dúvida ou sugestão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários